Maus…

Café Cultural
Durante o cafezinho do(a) fabiofaller , em

“Maus é um livro que ninguém consegue largar. Quando os dois ratos falam de amor, você se emociona; quando eles sofrem, você chora.” - Umberto Eco

Se você ainda acha que gibis, quadrinhos, hq ou simplesmente revistinhas são coisas de criança, chegou a hora de mudar de opinião. Eu sempre ouvi falar de “Maus”, Companhia das Letras 2009, como sendo uma das melhores Hqs já feitas, emocionante e real, mas por um motivo ou outro fui deixando o leitura pra depois.

E agora posso dizer que me arrependo muito disso, “Maus” é um dos melhores relatos sobre o massacre de judeus durante a II Guerra Mundial, e quando falo de relato, não estou me referindo somente a Hqs sobre a guerra, mas de livros, hqs, revistas, filmes, tudo que você possa imaginar.

A obra conta a história de Vladek Spiegelman, que é o pai do autor, Art Spiegelman, um judeu que vivia na Polônia, com sua mulher Anja e o filho Richeu, quando a guerra chegou até eles. Art consegue relatos emocionantes entrevistando o próprio pai, sua luta diária pela sobrevivência, tentando manter a esposa e o filho a salvo.

O autor decidiu retratar as diversas etnias com diferentes tipos de animais, os Judeus são os ratos, Alemães são gatos, Poloneses são porcos, Americanos cachorros, entre outros povos, por isso a menção de Umberto Eco aos ratos. A Hq tem efeito impactante, você fica grudado nos quadrinhos. É uma história de luta, sobrevivência, amor e amizade onde Vladek se mantém vivo unicamente pela esperança de um dia reencontrar a esposa e o filho que a guerra lhe tirou.

A obra é tão importante e causou tanto impacto que em 1992 foi agraciada com um prêmio Especial Pulitzer, o maior prêmio do jornalismo, essa categoria foi criada, pois não sabiam se indicavam “Maus” como uma obra de ficção ou biografia e não poderiam deixar de premiá-la.

Abaixo alguns dos prêmios conquistados pelo livro:

1988 – Premio Internacional do Festival de Cómic de Angoulême
1988 – Prêmio Urhunden melhor livro estrangeiro.
1990 – Prêmio Max & Moritz, prêmio especial
1992 – Prêmio Pulitzer
1992 – Prêmio Eisner melhor graphic novel.
1992 – Prêmio Harvey melhor graphic novel.
1993 – Prêmio literário de ficção do Los Angeles Times
1993 – Prêmio Internacional do Festival de Cómic de Angoulême.
1993 – Prêmio Urhunden melhor livro estrangeiro.

“Maus” é essencial para todos que gostam de literatura e boas histórias, obra indispensável em qualquer coleção. Precisamos conhecer esses horrores cometidos pelos seres humanos para que nunca mais se repitam.

Compre, pegue emprestado, mas leia, você será uma pessoa melhor depois disso e como cita Marcelo Naranjo no Universo HQ:

“Por fim, na minha humilde opinião, toda grande obra fica gravada em nossa memória, e nos faz refletir. “Maus” encaixa-se nessa categoria. Tente colocar-se no lugar do personagem principal, e você entenderá o que quero dizer. Além do que, com certeza, nunca mais você colocará comida no prato e deixará sobras…”

“Maus é uma obra-prima. Como todas as grandes histórias, diz mais sobre nós mesmos do que poderíamos imaginar.” – The Guardian

Art Spiegelman

Obs.; Maus significa rato em alemão.

Tags: , , , , ,

Posts relacionados

2leep.com

Deixe uma resposta

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.